LGPD como implementar – 3 passos para implementação

LGPD como implementar – 3 passos para implementação

É comum que você empresário tenha dificuldades para implementar a LGPD – (Lei Geral da Proteção de Dados) em seu escritório. Para facilitar, nessa postagem nós vamos mostrar como implementar a LGPD em 3 passos, acompanhe e veja como evitar multas e sanções.

Saiba mais: LGPD descomplicada

A LGPD foi sancionada em 2020 e já está valendo, por isso, é fundamental adequar a empresa à LGPD. Não somente para evitar punições, como também, para melhorar o seu relacionamento com os clientes.

Nesse post você vai ver

  • Passo 1 – como implementar a LPGD – informe o destino dos dados
  • Passo 2 – Cuidado com o armazenamento de dados
  • Passo 3 – Converse com um advogado especialista

Passo 1 – como implementar a LPGD – informe o destino dos dados

O primeiro passo para implementar a LGPD é informar aos seus clientes o destino dos dados. Caso você tenha uma empresa somente física. Sempre que coletar dados, faça um documento explicando para que os dados serão autorizados e peça que a pessoa assine. Esse simples documento é primordial para evitar que a sua empresa sofra multas e sanções.

Agora se você também tem uma empresa digital. É importante que o seu site informa que contém cookies, que podem coletar dados, a pessoa pessoa autorizar essa coleta.

Caso você tenha formulários online é imprescindível perguntar ao lead se ele autoriza fornecer os dados e informar as ações que serão realizadas com aqueles dados.

Saiba mais: Entenda a importância da LGPD para o seu negócio

Passo 2 – Cuidado com o armazenamento de dados

O próximo passo é ter cuidado ao armazenar os dados. É imprescindível que todas as informações fiquem em segurança. Provavelmente você armazena os dados dos seus clientes online, certo? Em plataformas digitais, ou planilhas simples.

O ideal é que o seu computador esteja protegido para que não corra perda ou vazamento desses dados. Deixar informações pessoais caírem em mãos erradas pode comprometer seriamente a sua empresa.

Por isso o melhor é se proteger e manter todos os dados em plataformas digitais seguras e de fácil acesso. De forma que, possam ser encontrados com facilidade quando necessário.

É preciso ainda ter um cuidado maior em relação aos dados sensíveis. Os dados sensíveis são aqueles que dizem respeito a religião, política, orientação sexual, identidade de gênero. Essas informações podem ser fatais, por isso, você não pode correr o risco de que sejam vazadas.

Saiba mais: Por que a sua empresa precisa entender a LGPD?

Passo 3 – Converse com um advogado especialista

Contudo, o advogado é fundamental durante a implementação da LGPD. Pois, o especialista vai formular todos os documentos necessários, de modo que, estejam dentro da legislação.

Também vai orientar a sua empresa em relação ao armazenamento de dados, e vai garantir que não haja não haja nenhum problema legal em sua empresa.

Espero que tenha gostado dessa postagem, continue acompanhando a gente no blog e redes sociais, deixe a sua dúvida nos comentários.

Caso queira conversar comigo sobre os efeitos da LGPD para sua empresa basta clicar no botão abaixo!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é consulta-ao-advogado-2-598x133.jpg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.