Quanto você paga de Cofins e pis todo o mês?

Quanto você paga de Cofins e pis todo o mês?

Cofins e PIS são dois tributos nacionais e diferentes. Por usarem a mesma base de cálculo, muitas vezes acabam sendo confundidos. Mas, você sabe quanto paga nesses impostos? Neste post vamos entender um pouco mais sobre o assunto!

Nesse post você vai ver

  • O que são Cofins e Pis
  • Alíquotas Cofins
  • Alíquotas Pis
  • Base de Cálculo Cofins e Pis

Clique agora na imagem abaixo para baixar o seu CheckList gratuito!

botão checkList

O que são Cofins e Pis?

Cofins é o Tributo que financia a seguridade social, aposentadoria , saúde pública e assistência social. Cobrado sobre a receita bruta das empresas.

Contudo, Pis (Programa de Interação Social), financia o seguro desemprego e abonos anuais. Ou seja, promove a integração do trabalhador no desenvolvimento empresarial.

Leia também: Qual o significado da retirado ICMS da base de cálculo do Pis/Cofins?

Alíquotas Cofins

Existem duas alíquotas diferentes de pagamento de Cofins, de acordo com o tamanho e tipo de tributação de sua empresa. São elas:

  • Cofins cumulativa: Alíquota para empresas que não pagam impostos separados. Uma vez que na alíquota única de 3% do simples nacional, todas as taxas estão incluídas. São as Microempresas ou empresas de pequeno porte.
  • Cofins não cumulativa: Alíquota de 7,6%, para empresas tributadas pelo lucro real. Além disso, podem gerar créditos e débitos conforme faturamento e compras e despesas.

Leia também: 3 segredos para a sua empresa recuperar o dinheiro com a Tese do Século

Alíquotas Pis

No Pis também existem suas alíquotas.

  • Pis cumulativo: Para empresas de lucro presumido. Alíquota de 0,65%, incluída no pagamento unificado de impostos e contribuições.
  • Pis não cumulativo: Alíquota de 1,65%, para empresas tributadas com base no lucro real.

Saiba mais: Empresário qual os impactos da decisão do STF que excluiu o ICMS da base de cálculos do Pis/Cofins?

Base de cálculo Cofins e Pis

Como já vimos, ambos os impostos tem a mesma base de cálculo. Sendo assim normalmente são apresentados juntos.

Seu cálculo é:

Incidência cumulativa,:

Pis e Cofins = receita bruta + soma das alíquotas, 3% + 0,65

Incidência não cumulativa, como leva em conta os crédito tributários gerados com despesas e encargos, o cálculo é bem diferente.

Saiba mais: Quais meses a empresa poderá recuperar após a saída do ICMS da base de cálculo do Pis/Cofins?

  1. Receita bruta x soma das alíquotas
  2. Despesas tributárias x soma das alíquotas
  3. Resultado do primeiro – resultado do segundo.

Com toda a certeza você percebeu que não existem valores fixos a serem pagos de Cofins e Pis. Sendo que, em qualquer que seja o tipo de alíquota onde sua empresa se encaixa, tudo vai depender de quanto sua empresa fatura!

Dessa forma, tome muito cuidado ao fazer seus cálculos! Afinal, ninguém quer pagar mais imposto do que o necessário!

Clique no botão abaixo se desejar orientação jurídica para a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.